dokdo

Dados Audiovisuais

Dokdo, Beautiful Island of Korea

Consciência da população coreana sobre a invasão japonesa

home > Dados Audiovisuais > Dokdo foi o primeiro território coreano a ser vítima da agressão japonesa > Consciência da população coreana sobre a invasão japonesa

print facebook twitter Pin it Post to Tumblr

Hwangseong Shinmun

“Ugyeonggo (Um novo aviso)”, Hwangseong Shinmun (3 de outubro de 1904)

〔Tradução〕

Editorial
“Ugyeonggo (Um novo aviso)”
Que infelicidade! Mesmo a Coreia tendo sido nominalmente um estado vassalo da China durante 500 anos desde a fundação da Dinastia Joseon pelo Rei Taejo e tendo sido seus reis oficialmente ratificados pelo imperador chinês, tudo o que era necessário fazer era pagar tributos anuais na ocasião de algumas datas festivas; assuntos internos e externos eram tratados apenas pela Coreia, não havendo nenhuma espécie de intervenção por parte da China. Sendo assim, a Coreia era apenas nominalmente um estado vassalo, porque, na realidade, sempre foi um estado independente. No ano 503 da fundação de Joseon (1895), a Coreia se liberou da vassalagem em consequência da Guerra Sino-Japonesa e tornou-se um estado completa e indubitavelmente independente. Recebemos representantes de outras nações pelo mundo afora e também enviamos representantes a tais nações, tivemos nossos direitos bilaterais igualitariamente reconhecidos, fomentando a glória e a honra da nação.
Se nós, os coreanos, implementarmos plenamente nossa independência, resolvermos nossos males crônicos e nos direcionarmos ao esclarecimento para fortalecermos os fundamentos de nossa independência, seremos mais capazes do que nunca de enriquecer e fortalecer o nosso país para que este esteja ombro a ombro frente a outras potências, mesmo apesar de seu território de apenas 3000 li . Dessa forma, no futuro, poderemos exercer grande influência sobre o Japão, ao invés de termos de nos preocupar com sua invasão contra nós.
Hoje, a Coreia completa cerca de uma década apenas como nação independente e os japoneses vêm citando abertamente o termo “protetor” através de diversos meios de comunicação proclamando-se como tal a várias nações. Não foram apenas jogadas ao vento: provaram-nas através das recentes ações tomadas pelos japoneses de intervir em assuntos internos e externos da Coreia. Como resultado, a independência da Coreia foi tão prejudicada que agora parece já ser inexistente. A Coreia é independente apenas no nome, porque, na realidade, tornou-se mais uma vez um estado vassalo de fato. Seria até melhor nos tornarmos um protetorado de vez. Como um estado, a humilhação e a desgraça advindas dessa situação não poderia ser pior.
Infelizmente, segundo um artigo que li recentemente em um jornal japonês, até mesmo as pessoas mais simples de outros países têm vergonha de falarem dos ministros coreanos. Como chegamos ao ponto de sermos insultados por estrangeiros a esse nível? Não deveria haver pelo menos um oficial que defendesse o povo coreano com unhas e dentes? Na verdade, os ministros do governo coreano estão é brigando entre si, lutando pelo poder. Continuando assim, infelizmente acabarão por se tornar concubinas de seu suserano. Depois de tudo isso, como é que eles encararão a nossos antigos monarcas em seu reencontro no além, e como é que encararão a nós, os 20 milhões de coreanos?

〔Texto original〕

Original Text